Bobó de Camarão

Aquele prato que você come agradecendo aos Deuses africanos e só para de comer quando acaba (ou quando está saindo pelo nariz/ouvidos). Originalmente feito com purê de inhame e camarões secos, sofreu adaptações no Brasil e aqui dentro existem muitas versões. Inclusive pesquise cuidadosamente, pois há receitas esdruxulas pela rede, algumas mandam usar dois maços de coentro e outras 3 litros de leite de coco. Nessas horas é bom ter bom senso, principalmente se tratando de temperos ou ingredientes polêmicos. Outro fato que me surpreendeu foi a simplicidade desse prato, muito rápido e simples, menos de 1hora entre abrir a geladeira, picar tudo e cozinhar para 4 pessoas. Se estiver em 4 mãos, desenrola em meia hora!

A receita que segue é pequena, alimenta 2 pessoas insanamente esfomeadas, 03-04 se tiver uma entrada (e sobremesa) ou até 6 se tiver outros acompanhamentos, como um peixinho frito.

Imagem

Ingredientes:
01 cebola grande picadinha.
03 tomates picados. (com casca, pele e tudo, sem frescura)
½ pimentão.
01 naco de mandioca (aprox 300-400g)
500g de camarão limpo.
2 colheres de azeite de dendê.
¼ maço de coentro (só folhas)
sal, pimenta do reino, limão e óleo comum.

Modo de Preparo:
Bote a mandioca descascada para cozinhar (leva aprox 01 hora, precisa apenas ficar mole), após cozida, bata no liquidificador ou processador e reserve (se necessário, coloque a própria água onde ela cozinhou).
Frite a cebola em um fio de óleo, depois que ficarem translúcidas, adicione o coentro, o tomate e o pimentão, cozinhe até ficarem macios, adicione os camarões (temperados com limão, pimenta do reino e sal), salteie por 1 minutinho e adicione o purê de mandioca. Misture, quando começar a borbulhar, adicione o azeite de dendê, mexa mais uma vez e tá lindo!

Dicas:
– Usei apenas cebola porque o melhor acompanhamento para tal prato seria um arroz bem caprichado no alho.
– O leite de coco é opcional e não usei, mas caso use, recomendo diminuir a quantidade de mandioca porque ambos são espessantes, quer dizer, se colocar muito dos dois, vai virar um mousse! (no mau sentido)
– O camarão pode ser pequeno, recomendo o uso daqueles já limpos. Tempere-o 5 minutos antes de usar, porque se salga-lo muito tempo antes, ele fica desidratado e borrachudo. Também não precisa ser cozido exaustivamente, como percebe-se na receita acima, basta sair do estado de cru.
– Pimenta vermelha ou semelhantes coloque em seu próprio prato, caso goste.

Published in: Sem categoria on 02/12/2012 at 18:25  Deixe um comentário  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Pudim de Tapioca

Sim, joguem paus e pedras, abandonei vocês! Mas meus planos estão caminhando, com obstáculos, buracos, paus e pedras (aqueles que vocês podem jogar em mim!), mas indo e se definindo.
Andei numa vibe meio tapioca, aprendendo a fazer essa iguaria com as senhoras de Olinda, descobrindo sua história e utilidades, por isso trago a vocês uma receita muito simples e gostosa, o pudim de tapioca!(Também conhecido como bolo de tapioca em algumas regiões)

Ingredientes:
500g de farinha de tapioca*
01 litro de leite de coco.
300ml de leite integral.
02 xícaras de açúcar.
100g de coco ralado em flocos. (50% na receita e 50% para finalizar)
01 pitadinha mínima de cravo em pó.
01 lata de leite condensado. (para finalizar)

Modo de Preparo:
Coloque o leite de coco e o leite de vaca para ferver em uma panela grande, quando começar a ferver, adicione o açúcar, o cravo e metade do coco, mexa até dissolver e adicione a farinha. Abaixe o fogo e vá mexendo, a mistura engrossará gradualmente, vá provando e quando os grãos duros sumirem, desligue o fogo e coloque essa massa em uma fôrma de pudim (aquela furada) untada com um pouquinho de óleo (para facilitar na hora de desenformar). Deixe descansar por umas 2 horas e coloque na geladeira. Após desenformar (depois de gelado, geralmente no outro dia), derrame uma lata de leite condensado por cima, enfeite com o restante do coco ralado.

Dicas:
– *Farinha de Tapioca: Não me refiro à goma, me refiro a uma farinha dura e de granulação grossa, vendida em saquinhos de 500g. Nesse caso comprei da Yoki, com o nome comercial de “TAPIOCA” apenas.
– Usei coco ralado queimado, para dar uma cor ao pudim.
– Cuidado com a pitada de cravo, ela é mínima mesmo! Se não tiver em pó, coloque umas 05 florzinhas de cravo enquanto o leite ferve, mas tire antes de colocar a farinha (morder cravos não é legal). Acho esse detalhe importante, porque diferencia sua receita e dá um sabor daqueles beijinhos de festa.
– É uma receita muito simples e fácil. Mas é cansativo mexer a mistura quente e pesada por uns 15 minutos. Às vezes parece que os grãos da farinha nunca ficarão moles e a receita desandou, relaxe que dá tudo certo!
– Para untar a fôrma onde descansará o pudim, usei uma colher de sopa de óleo e espalhei utilizando meia folha de papel-toalha. Sem isso, o seu pudim pode grudar na hora de desenformar.

Bolo Boris

Pessoas!!! Como passaram esse carnaval? O meu foi ótimo, apesar de breve, curti algumas prévias e carnavalizei sexta, sábado e domingo, só parando segunda quando adoeci e foi GAME OVER pra mim. Sempre fui meio parado para essas coisas, mas carnaval de Pernambuco é o TheBest, não tem nem como comparar com aquelas porcarias que vemos no Rio de Janeiro e Salvador festas de outros estados. Aqui é carnaval original, igual ao da Idade Média européia, na rua, com cores, criatividade, brincadeiras e claro, 100% free! Sem contar a música, rock, reggae, frevo, sambas antigos e ritmos tradicionais! (Em Olinda é proibido por lei tocar axé, brega, swingueira e outros lixos musicais ritmos dessa família)

Essa receita é especial, peguei de um amigo e chef de cozinha, Boris Eizenman, é um bolo de queijo e coco, só de ler a receita e ver a foto, pirei! Corri ao supermercado, comprei os ingredientes e algumas horas depois já estava pronto sobre a minha mesa! Contei com a ajuda do meu amigão Marcelo Lima, que tem se saído um ótimo auxiliar de cozinha.

Ingredientes:

Bolo:

03 ovos
01 xícara de leite
02 colheres de sopa de margarina
02 xícaras de açúcar
½ xícara de queijo parmesão ralado
½ xícara de coco ralado seco
10 colheres de sopa de farinha de trigo (aprox 1 ½ xícara)
01 colher de sopa de fermento em pó

Cobertura: (Misturar)

½ xícara de leite condensado.

½ xícara de leite.

01 vidrinho de leite de coco. (200ml)

½ xícara de coco ralado (NÃO MISTURAR)

Modo de Preparo:

Bata todos os ingredientes do bolo, primeiro os molhados e por último os secos (farinha e fermento), coloque em uma fôrma untada para assar em forno pré aquecido (180°C) por 30-45min (até dourar). Retire do forno, faça furinhos e despeje aos poucos a cobertura, para absorver, para finalizar adicione mais coco ralado por cima. Deixe esfriar e coloque na geladeira.

Dicas:

– Antes de molhar o bolo quente, faça centenas de furinhos com faca ou garfo, use uma concha para despejar, paciência é importante.

– Na receita original é usado um liquidificador, mas eu usei batedeira.

– Adoro bolo quente, mas esse fica melhor gelado. Caso queira comê-lo ainda quente, desconsidere a calda.

– Quer conhecer melhor o Boris? Veja o Blog de um cozinheiro de verdade: http://doboris.blogspot.com/

– Não preciso repetir, queijo parmesão ralado não é aquela porcaria de saquinho!

Bolo de Coco

Esses dias me deu vontade de comer bolo de coco, não sei exatamente o porquê de surgir essa vontade, mas ela surgiu e eu tive que sacia-la, porra! ora bolas! Pela primeira vez eu fiz um bolo e recheei por dentro, nunca tive colhões equipamentos necessários para tal operação, mas com criatividade, coragem, um fio dental, 03 espátulas e ajuda da minha mãe, eu consegui fazer esse difícil serviço de McGyver confeiteiro! É o tipo de coisa tão boa, que pode ser comida quente, fria, gelada e de qualquer maneira que quiser, amanhã levarei ao escritório, espero que aprovem!

Imagem10

bolo de coco 02

Ingredientes (bolo):

03 xícaras de farinha trigo.

02 xícaras de açúcar.

½ xícara de leite.

½ xícara de leite de coco (grosso).

03 ovos (separar gema e clara em neve).

02 colheres de sopa (generosas) de manteiga.

01 colher de sopa (generosa) de fermento.

01 colher de chá de essência de baunilha.

Ingredientes (recheio):

01 lata de leite condensado.

01 caixinha de creme de leite.

01 pacotinho de coco queimado ralado (desaconselho usar a versão seca).

Ingredientes (caldo para umedecer):

½ xícara de leite de coco.

½ xícara de leite convencional.

Modo de preparo:

Bata bem todos os ingredientes do bolo (menos o fermento e as claras em neve). Adicione o fermento e as claras em neve por último, mexendo com cuidado. Leve ao forno com 180-200 °C pré-aquecido por 40-60 minutos (até dourar) Tanto o recheio como o caldo só precisam ter seus ingredientes misturados. Usando sua técnica improvisada, corte o bolo ao meio, despeje com cuidado metade do caldo e depois coloque metade (ou 1/3) do recheio. Cubra com a outra parte, faça centenas de furos com o garfo e repita a operação, despejando o caldo e cobrindo com o recheio (que agora virou cobertura, né?).

Dicas:

– Se for comer quente ou em temperatura ambiente, a receita está perfeita. Mas se for comê-lo gelado, dobre a quantidade de leite e leite de coco para umidecer, porque a massa tende a ficar seca dentro da geladeira.