Bolo de Chocolate 1,2,3…

Receita bobinha, iguais todas as primeiras que postei aqui. Só pelo nome, já se imagina que é coisa simples, realmente, simples demais! É ideal para quem nunca cozinha nada, não tem paciência para fazer clara em neve e coisas do tipo. Nunca achei que essas coisas dessem certo, mas me surpreendi ao testar a fórmula postada na página de gastronomia do portal Tela Jovem (www.telajovem.com.br) por minha amiga Camila Dantas, que insistiu para que eu fizesse a tal experiência.
Simplicidade é: 1 de chocolate, 1,5 de leite, 2 de açúcar, 3 de farinha, 4 ovos e por aí foi! Mas nesse caso eu fiz apenas meia receita, porque tenho uma fôrma pequena e me pareceram ingredientes demais. Nota importante, observe detalhes como: peneirar e colocar os ingredientes em ordem correta. Também é um bolo adaptável, na primeira vez fiz com uma casquinha de açúcar cristal, depois fiz duas vezes, cada uma delas com um tipo de cobertura.
Como se trata de algo muito fácil e gostoso, acho que muitas pessoas farão, se puderem relatar e mandar fotos, seria ótimo!
Boa sorte.

Imagem

Ingredientes:
100g de manteiga em ponto de pomada.
01 Xíc de açúcar refinado.
02 ovos.
1 ½ (1,5) Xíc Farinha.
1/2 (0,5)Xíc Chocolate em pó.
¾ (0,75)Xíc Leite.
½ (0,5) colher de fermento químico.

Modo de Preparo:
Bata a manteiga e o açúcar até ficar “branco”, adicione os dois ovos e deixe bater mais. Adicione a farinha e o chocolate peneirados (importante!) e depois o leite. Após bater mais um pouco e ficar cremoso, adicione o fermente e se quiser, uma pitadinha mínima de sal. Asse em forma furada untada-enfarinhada, forno médio-baixo (200°C) pré aquecido por cerca de meia hora, até ficar leve e bem durinho por cima.

Dicas:
– Para a casquinha de açúcar, é muuuito fácil. Basta untar com margarina e colocar açúcar em vez de farinha, mas lembre-se de usar aquele açúcar bem grosso, especial para caldas ou ao menos o cristal (nunca o refinado ou fino!). Nesse caso também é dispensável qualquer outra cobertura.
– Cobertura da foto foi um MoçaFiesta esquecido no armário e 150ml de leite, esquentados de 30 em 30s no micro e mexidos, sempre critico essas coisas industrializadas “prontas”, mas tudo tem sua utilidade, né?. Na última versão que fiz foi um brigadeiro mole de panela, combina muito. Alias, sendo sincero, eu comeria puro, mas as pessoas gordas que convivem comigo exigem aquela coisa doce e melequenta… uhauhahuahuahu.
– Em vez de manteiga (Usei um pacotinho de Sancor), pode usar margarina ou 70 manteiga e 30 óleo… fiz de várias maneiras e não notei diferença, sempre o melhor é manteiga pura e boa, mas na falta, outras gorduras quebram um bom galho.
– Não preciso relembrar que chocolate em pó não é achocolatado, né? (Nescau, Toddy etc)

Anúncios

Leão do Norte Confeitaria

Finalmente, depois de meses de enrolação espera, a empresa saiu do papel!

Começamos nossas operações oficialmente hoje. O site ainda está incompleto, mas aos poucos vamos estruturando. Por enquanto usando as fotos do blog e com poucas opções, mas espero melhorar logo.

Não sei se vai dar certo, se vai crescer e tudo mais… mas se não quisesse correr riscos, iria fazer concurso público.

Comecei fazendo uma promoção de dia dos namorados, me preocupando mais com divulgação que com o lucro, vendendo quase a preço de custo.

É uma caixinha com 14 bombons, são: 6 Marias Bonitas, 4 trufas de maracujá com chocolate meio-amargo e 4 de frutas vermelhas com chocolate branco. Tudo isso por apenas 10 reais! É preço de PeixeUrbano LiquidaçãoLouca que dá até para revender!

Confesso que ficaram bem gostosas e relativamente bonitas. Nada mal para uma “primeira safra”. Tive meus contratempos, perdi uns materiais por errar na quantidade de creme de leite e outras chatices, mas agora já descobri as proporções exatas.

É um momento de incertezas e de muito trabalho. Para fazer 10 caixas, gastei cerca de 8 horas (intercaladas, pois doce sempre precisa de descansos e coisas desse tipo), fiquei com muita dor nas costas, mas tá aí o resultado:

60 Marias Bonitas, 80 trufas e 10 caixinhas:

Eram 100 caixinhas, já vendi 25… Aproveitem enquanto é tempo!

Aviso que quando eu ficar famoso, vou idolatrar quem me ajudou e cuspir na cara de quem me desprezou! Muhuahuahuahuahuahuahuahuahuahua!!! (risada maléfica)

Além disso, estou ensaiando o tão aclamado Vlog, que terá o mesmo nome que esse blog, Tanamesapessoal. Onde farei receitas triviais (arroz, feijão, bife, ovo, bolo, etc), explicar passo-a-passo em vídeo o preparo daqueles pratos que comemos todos os dias e quase ninguém sabe realmente fazer.

Abraços, conto com vocês nesses momentos de suor. Afinal de contas, até a maior das arvores já foi uma sementinha e precisou de apoio para ser o que é.

Site Leão do Norte:

http://www.leaodonorteconfeitaria.com

Quem é de Curitiba, ligue para pedir 41-96851823 (ligue TIM grátis ou pode dar um toque de fixo que eu retorno)

Teste Docinhos

Olá pessoas, como citei no antigo post, estou abrindo uma empresa que fabrica e vende doces. Ainda estou analisando muitas coisas, como: gramaturas, preços e condições dos fornecedores, como serão as vendas, etc… Apenas pequenos detalhes. A empresa ainda não tem nome, mas provavelmente será Leão Do Norte, em homenagem ao Estado de Pernambuco, que vivi por 14 anos e de onde vem a inspiração para a maior parte das receitas.

Por enquanto só venderei esses doces a base de castanha, brigadeiro branco e chocolate (que vou batizar de Maria Bonita), mas aproveitei para fazer teste com outras amêndoas e algumas frutas secas, como damascos, figos turcos, ameixas e uvas. Claro, existem os doces triviais como brigadeiro, beijinho, bem casado e as tortas, bolos e coisas do tipo. Mas foi um dia de experiências, nunca tinha trabalhado com frutas secas, geralmente as como in natura.

Não tenho preço 100% definido ainda, mas provavelmente teremos caixinhas de 6 por R$5,00, 14 por R$ 10,00 e 28 por R$ 20,00, chegando a R$99,00 a caixa com 180. Ao contrário das fotos, as caixinhas terão fitas e adesivos com o símbolo da empresa. Claro, cada uma delas terá um cartão com site, email, telefone, etc. É um preço muito baixo, serve mais para divulgar a empresa e futuramente render encomendas. A propósito, quero agradecer minha ex-vizinha Sandra que me deu essa receita, ela já vende em Recife e eu “importei” para terras curitibanas! Muitíssimo obrigado!

Engraçado fazer uma postagem com praticamente só frutas secas. Até pouco tempo atrás eu não gostava, mas fui conhecendo frutas secas de boa qualidade (fiquem longe dos supermercados comuns!), além de ter ouvido mil e uma histórias da nossa professora francesa Cristine Dabat, que falava sobre a importância de secar uma fruta, tanto para a gastronomia, como para a sobrevivência em longos invernos. Hoje o mais comum são as uvas passas no panetone, ameixas no olho de sogra, banana nos doces industrializados (pseudo-saudáveis-light) e o damasco quase decorativo na mesa das festas. Provem o figo, o morango, a pêra, o pêssego… Explorem esse novo mundo de sabor! Uma vez vi o Olivier Anquier (meu ídolo, herói, inspiração e futuro sogro) em viagem pela França, onde comeu um salada com pêras passas, alface, roquefort e redução de balsâmico, apenas 4 ingredientes que se harmonizam perfeitamente! Espero muito um dia poder postar esse prato aqui.

Aproveitando para ressaltar que essas são as últimas fotos da velha máquina, segunda feira chegará a Canon profissional e coisa vai melhorar pacas!

As tais Marias Bonitas (Acertei no plural?)

Maria Bonita por dentro

Morangos glaceados (dois detalhes, 1- não confunda com morangos glaçados, 2- não fiz, apenas comprei e estou pensando em fabrica-los, é uma espécie de “passa” de morango, absurdamente delicioso!)

O velho conhecido Olho-de-Sogra e alguns testes de Marias Bonitas com outros recheios (noz pecan e morango)

Figos turcos (pra mim, o Rei das frutas secas!) recheado com brigadeiro branco e crocante. (tentativa de melhorar o que já é perfeito!)

Olho-de-Sogra em rama. Tipo de coisa que é terapeutico fazer e dá pena de comer, imagina tirar as sementes e rechear as passas uma a uma?

Toda a galera reunida!

Gostaram das fotos? Deu vontade? Quem sabe não começo a vender pela internet? =)

Tenham uma excelente semana!

Chandelle

Tudo começou com uma surpresa que se transformou em um erro, que se transfigurou em chandelle!

Minha amiga Adriely me deu um potinho com brigadeirão dentro. Eu só pude comer um pouco, porque ele “sumiu” misteriosamente. Fiquei com aquele gostinho de quero mais e pensei “poxa, eu posso fazer meu próprio brigadeirão!”.  Bolei uma receita que levasse doce de leite e chocolate, uma espécie de pudim super magnífico diferente, que dominasse o mundo e esmagasse civilizações, me dando poder de governar o planeta!!! agradasse à todos.

Fui ao mercado, mas não tinha doce de leite mole! Contrariado, mas com as lombrigas se rebelando muito desejo, comprei um Moça Fiesta (aquela lata de brigadeiro pronto). Chegando em casa fiz aquela bruxaria receita básica de pudim, mas em vez do leite condensado, usei o brigadeiro enlatado e ainda adicionei chocolate em pó e maisena. Pois é, meus caros leitores, não deu certo, ficou muito diferente do que eu imaginava, não desenformou, um desgosto. Levei para o escritório no outro dia e deixei na geladeira, quem sabe alguém passa aqui e come?  Meia hora depois uma das meninas colocou a cara na porta e disse “pode acabar ou você ainda quer?”. Simmm… ele está vivoooo!!! O brigadeirão que deu errado, virou um 1 kg de chandelle duro! Repensei a receita, mudei alguns ingredientes e batata!!! Temos aqui a receita de Chandelle, igualzinho o comprado no mercado!

chandelle

Ingredientes:

01 lata de brigadeiro moça fiesta. (385g)

01 lata de creme de leite (300g)

½ medida de leite (meia lata do creme, 150ml)

½ xícara de chocolate em pó (não é nescau!)

02 ovos

Modo de Preparo.

Bata tudo no liquidificador, coloque em uma panela e tampe e asse por 40 mintuos  em banho-maria, forno médio pré-aquecido (220°C).

Quando ficar pronto, transfira para um recipiente mais bonito, de louça, espere esfriar e coloque na geladeira. (deixe ao menos 6 horas na geladeira antes de comer)

Dicas:

– Por motivos óbvios, a panela deve ter cabo metálico.